Psicologia Positiva é autoajuda?

…qual o objetivo da psicologia positiva?

Psicologia Positiva atualmente é em grande parte vista como “Autoajuda”, um pré-conceito ainda cultivado por muitos profissionais da área da psicologia e por grande parte da população. No entanto, esse ramo da psicologia tem evoluído, e grandes nomes como o Dr. Tayyab Rashid criador da psicoterapia positiva (PPT sigla em inglês) tem se utilizado dessa psicologia para o tratamento de pacientes da Universidade da Pensilvânia (EUA).

Mas afinal o que é a Psicologia Positiva? É um conjunto de técnicas que quando aplicadas em conjunto com as principais terapias básicas permitem serem ajustadas de acordo com a necessidade de cada individuo, respeitando sua subjetividade.

Os sintomas depressivos, por exemplo, são explicados pela falta de bem estar: ausência de emoções positivas, engajamento e sentindo da vida. Antes de ser aplicada qualquer técnica é realizada uma rigorosa avaliação, através da pontuação dos sintomas depressivos. [1]

Em um teste com o uso da psicoterapia positiva em casos de depressão grave os resultados observados foram de 55% de sucesso através do tratamento com a psicoterapia positiva em comparação com 20% de sucesso através do tratamento convencional.

Vale ressaltar que a psicoterapia positiva está apenas nos estágios iniciais de sua prática. O mais importante a ser compreendido pelo mundo cientifico da psicologia, não é a medição de forças de qual técnica é a melhor, mas o foco e objetivo verdadeiro devem ser o de oferecer alternativas que promovam resultados de maior relevância e eficiência, levando alivio ao sofrimento do transtorno depressivo,  aflições emocionais e proporcionar o ganho de bem estar!

Por : Márcia Paduan

[1] Fonte: Positive Psychotherapy:  [Clinician Manual] escrito por (Rashid e Seligam 2011).

Voltar

WRITE A COMMENT